Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2014

Cuidado com os humanos....

Cada vez que olho um olhar acho mais difícil confiar, caráter destorcido sabe fingir tão bem. 
Me pergunto: que ponto a humanidade chegou? Nos seus próprios conceitos de dor? Na sua própria razão de se defenderem do que acham ser inimigos? Humanos que querem se dar bem procurando sempre vantagens em cima de seus semelhantes. Eu tinha uma noção tão diferente do ser humano: que todos eram bons e poderia usar  a sinceridade acima de tudo, mas hoje descobri que estamos em meio há batalhas humanas constantes. Nunca sabemos quem é o inimigo a nossa frente ou se poderá ser um amigo. Primeiro apontamos as armas, estudamos a suposta fera, farejamos, testamos....pra depois abaixarmos a guarda e possivelmente um abraço de boas vindas.  Primeiro apontamos  a defesa pra depois darmos uma rosa, porque o mundo se tornou uma guerra invisível onde integridade, pureza, carinho não se dá há qualquer um que chega. Hoje tornou-se uma conquista o que antes era dado livremente. Aquele que se fizer merecedor …

Uma corridinha por SIMONE PRADO

Há 45 anos tenho corrido nessa vida, ainda não sei quando vou parar...ou quando voltarei pra casa...encontrei pessoas no caminho que me seguiram e quando eu dei por mim eu era uma Lider, mas como sou humana muitas vezes mudei meu rumo e elas se decepcionaram e seguiram outros lideres. Encontrei pessoas que se espelharam em mim, outras que correram em minha frente e me deixaram pra trás sem mesmo me olhar, outras que correram ao meu lado e me deram a mão quando meus passos cansaram, outras que enxugaram minhas lágrimas, outras que me abraçaram e me disseram: vai continua a corrida, vc chegará lá. Até hj vou correndo sem saber ao certo onde vou chegar ou onde essa estrada vai dar, mas sei que não posso parar e nem tentar voltar pro ponto de partida. Algumas vezes há buracos, até merdas, até precipicio sem saida e quando chego até esses eu descobri que tenho asas pra voar.....e ai vai....e ai vai.. (SImone Prado) Forrest Gump - uma corridinha