sexta-feira, 12 de abril de 2013

FALSIDADE

Palavra difícil essa que me traz amargor,
confiar em pessoas e a elas se dar por amor.
De sorrisos marotos parecendo que são anjos,
trazem depois lágrimas de tristezas e raiz de decepções.
Algumas pessoas se tornaram mestres na área de enganar,
trocaram um dia a honestidade pra tentar usurpar.
Usurpar sonhos, fantasias, tiram até a harmonia de um bem estar.
Te conquistam, e jogam por natureza tantas palavras no ar.
De rosto sincero, de palavras lisonjeiras,
chegam matreiras  arrancado emoções,
te obtem por inteira pra depois te jogar no chão.
Querem nem saber de sentimentos,
esses já não conhecem não,
são egoístas por natureza e só querem se dar bem.
No principio o que parecia flores e rosas,
você pra eles não é ninguém.
Desses tipos muitas vezes já me encontrei,
pergunto; quem não passou por isso nem uma vez?
Mas nunca vou aprender, que nessa terra em muitos não se pode confiar,
porque mesmo que seja cruel o enganador,
eu prefiro ainda acreditar no AMOR.
(Simone Prado)

6 comentários:

  1. Olá amiga! e quem de nós não preferia que tudo fosse sincero, verdadeiro e sem falsidades....
    Mas infelizmente temos que ter sempre presente que a vida na maior parte das vezes é isso: jogo de interesses, subir na vida nem que seja magoando os outros...
    Só nos resta como consolo que no meio de toda esta gente ainda há os puros de espírito!!!
    beijo amiga e um bom fim de semana

    ResponderExcluir
  2. Deitaste fora uma amizade
    A deixaste abandonada caída do chão
    Respeitar a tua vontade
    Para não magoar o teu coração.

    Dos teus olhos, não deites lágrimas
    Nunca te arrependas do que fizestes
    Lê e interpreta estas palavras
    Da maneira que quiseres.

    Como sempre são sinceras
    Gostei de ler a palavra falsidade
    Quando as dores são severas
    Nunca deixam saudade!

    Quando da pergunta
    Resposta, não se obtém
    De alguém vontade nenhuma
    De a dar a outro alguém tem.

    Continua a acreditar
    Nunca desistas do amor
    No meu jardim tens sempre lugar
    Por que o abandonaste flor!

    O teu poema é lindo
    Eu bem o entendi
    Te quero ver sorrindo
    Se o desejares voltarei aqui!

    Bom fim de semana,
    um beijo para você.
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  3. Oi Simone! Aprender a conviver e até a evitar a falsidade não é tarefa fácil. Não está escrito na testa de ninguém: "pessoa falsa" e quando vemos, já fomos enganados e o que nos resta é lamentar as perdas de amizade, amor, dinheiro, confiança, auto-estima, sono, respeito e outros. Como disse, algumas pessoas se especializam nessa prática, das mais nefastas, porque somos levados pelo encanto e acreditamos estar seguros naquela relação. Às vezes, até nos enchemos de sentimento de vingança (o que é pior) e pensamos 'dar o troco', mas corremos o risco de nos tornarmos iguais aos falsos. Penso que o melhor é cortar o mal pela raiz e romper o mais rapidamente possível com tudo que diz respeito ao nefando, para que não sobre algo que nos faça lembrar do dissabor. Nem falar do caso mais e ponto. Perdoar sim, mas ser enganado novamente NÃO!
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. El dolor del desengaño es muy persistente, pero siempre hay que tener esperanza!
    Te dejo un fuerte abrazo, buen fin de semana!

    ResponderExcluir
  5. Amiga Simone, mesmo que o mundo, às vezes, pareça cruel, não esqueça de que sempre existirá pessoas de bem, assim como você, por exemplo.
    Um abraço. Tenhas um lindo fim de semana.

    ResponderExcluir
  6. Olá! Que grandiosa poesia Srta, que me fez refletir muito no que é enfim o amor! abraços

    ResponderExcluir