quarta-feira, 30 de maio de 2012

Uma gota

Ainda que o céu pareça escuro,
sou uma gota em meu mundo.
Ainda que a maré não esteja pra peixe,
eu sou uma gota no oceano.
Sou como gota de orvalho dentro de mim,
sou a que mata minha sede em dias de seca.
Sou como a esperança que renasce em cada olhar,
sou o futuro em meio o amanhã.
Sou a diferença no meio da mesmice,
sou a voz que canta no meio do silêncio.
Sou o  perfume no meio do nada,
sou o que me dá forças pra prosseguir.
Sou uma pessoa dentro de mim,
que chora, que sofre, que sorri e se faz de forte.
Sou a transparência como uma água pura,
mas as vezes se contamina e se torna escura.
Sou a emoção presente que meu coração acelera,
sou o sentimento que se esfacela.
Sou o ar que se respira,
o coração que bate,
sou a paixão desenfreada,
as pernas que tremem,
Sou apenas o que se chama de gente.
(Simone Prado)

terça-feira, 29 de maio de 2012

PAPEL DE PRESENTE

O SEU SILÊNCIO É PRA MIM MEIO FRUSTRANTE,
COMO UM GOSTO AMARGO NA BOCA,
COMO SAUDADE QUE MEXE EM MEU PEITO,
DEIXANDO-ME INERTE, PERDIDA NAS LEMBRANÇAS.
DOS MOMENTOS QUE CRIEI DENTRO DE MIM,
ESQUECER-TE NÃO ERA BEM O QUE DESEJEI.
O OLHAR QUE GRAVEI EM MEU CORAÇÃO,
ERA MISTURA DE SONHO E PAIXÃO.
O MAIS BELO DOS MEUS SORRISOS DEIXEI PRA TE PRESENTEAR,
GUARDEI O PACOTE COM O PAPEL MAIS PERFEITO E BONITO,
PRA TE ENTREGAR.
COM LAÇOS DE CETIM ERA TUDO QUE PREPAREI PRA VOCÊ,
DENTRO DELE CONTINHA O MEU MELHOR, 
A VERDADE CONTIDA ERA UMA SÓ,
DESEJEI OS MAIS BELOS MOMENTOS,
SÓ HAVIA PRA VOCÊ LINDOS PENSAMENTOS,
VÁRIAS VEZES RELEMBREI VOCÊ,
SUAS PALAVRAS, SEU CARINHO, SEU AFAGO,
AQUELE SEU ABRAÇO QUE ME ENVOLVEU,
FEZ-ME RELEMBRAR QUEM ERA EU,
MINHAS VONTADES E MEUS DESEJOS TÃO REAIS.
REVIVEU COISAS TÃO INTENSAS E ADORMECIDAS,
ME SENTI DAS DONZELAS A MAIS QUERIDA.
SEU TOQUE TÃO SEM EXPLICAÇÃO,
O ENTRELAÇAR DE NOSSAS MÃOS,
ERA REAL, O SONHO JÁ ESTAVA ALI,
NÃO PRECISEI DA NOITE PRA ADORMECER,
NEM DO DIA PRA ACORDAR,
EM SEU PEITO EU PUDE RECOSTAR E DO TEMPO ESQUECI,
O PRESENTE NÃO PUDE LHE ENTREGAR,
VOCÊ PARTIU SEM SEQUER ME OLHAR,
O LAÇO DE FITA NÃO SE DESFEZ,
O  PRESENTE AINDA ESTÁ EM MINHAS MÃOS.
TALVEZ EU ESTEJA A ME FRUSTRAR,
TALVEZ NÃO MERECESSE TE PRESENTEAR,
QUEM SABE SUA VISÃO FOI EM OUTRA DIREÇÃO,
ESQUECEU DO TOQUE DE NOSSAS MÃOS,
E DO BRILHO DO NOSSO OLHAR.
VOCÊ É INTEIRO POR QUE PARTIU SENÃO TINHA INTENÇÃO DE VOLTAR?
NÃO VÊ QUE O PRESENTE EU PRECISEI TE ENTREGAR?
AGORA FICO A PENSAR,
OLHO O PACOTE EM MINHAS MÃOS E NÃO SEI O QUE FAZER,
TALVEZ NÃO FOSSE PRA VOCÊ OU VOCÊ NÃO QUISESSE RECEBER,
VOU GUARDAR QUEM SABE EM OUTRAS MÃOS ENTREGAR UM DIA,
QUE ME DESPERTE EMOÇÕES E ALEGRIAS.
OU QUEM SABE VOCÊ POSSA VOLTAR,
ENTENDER QUE NÃO PUDE TE ESQUECER ASSIM TÃO RÁPIDO,
O PRESENTE QUE NÃO TE DEI FICOU ATÉ SEM SENTIDO,
VOU GUARDAR EM UM LUGAR SEGURO PRA NÃO SE PERDER,
O QUE CONTÉM NÃO DÁ PRA DIZER, BASTA APENAS IMAGINAR.
(Simone Prado)

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Tapa na cara

Quantas vezes levei da vida um tapa na cara.
Tão doído, quando esperava por um sorriso.
Tantas outras, as palavras me chicotearam,
me esfolaram, fui agredida em minhas emoções,
envergonhada,quantas vezes eu chorei em público.
Pedi perdão quando não tinha errado, apenas por um gesto educado.
Quantas vezes não entendi nada, era inocente, e tantas outras também pequei, ofendi, esfacelei emoções.


Quantas vezes pisei em corações que imploravam,
em olhares e palavras que se calavam.
Fui sem dó,como a maltratar.
Quantos poucos olhares eu dei, com lágrimas derramadas, nem me importei.


Quantas vezes pensei estar por cima e tão por baixo.
Calçada mas de pé no chão. Pobreza de espírito nas emoções.
Tantas outras situações estava tão emotiva, parecia uma rosa ao chão desfalecida.


Quantos tapas na cara eu dei, tantos outros eu levei.
quantos sorrisos a vida me arrancou dos meus lábios,
tantos outros eu arranquei dela quando ela achava que venceu.
Muitas vezes eu nem sabia quem era eu, cansada, abatida, ...com as coisas dessa vida. Mas quanto ainda vou arrancar dela, aquilo que é meu, os sonhos e planos que sonhei, os amores que amei, as escolhas que fiz ou que ainda ei de fazer. Da vida bandida descobri, das coisas que perdi, que nada é eternamente, que tudo tem como virar a questão. Da face marcada e dos arranhões, um sorriso pode nascer, assim como uma lágrima posso de alegria derramar, rindo da cara da vida a festejar. Arrancando dela com minhas próprias mãos tudo que me é de direito arrancar. (Simone Prado)

domingo, 27 de maio de 2012

Te espero

Te espero no mais lindo dia,
onde possa ser minha alegria,
onde possa satisfazer meus desejos,
calar minha boca
no mais lindo e suave beijo.
Quero que sua presença seja fascinante,
que transforme meus dias e jamais
venham a ser como antes.
Quero que me leve a tocar a lua com a ponta de meus dedos,
que me faça esquecer o que me foi desprezo.
Não quero promessas nem juras,
quero um sentimento que me leve a loucuras,
quero a realidade de seu toque,
me cobrindo com carinhos tipo choques,
formando pequenas ou grandes correntes elétricas.
Quero seu inteiro, seu tudo por um momento,
capaz de me levar ao esquecimento,
esquecendo o antes de sua chegada.
(Simone Prado)



sexta-feira, 25 de maio de 2012

Trajetória

Espero não ter que apagar de mim a sua face,
esquecer o sabor de seus beijos,
engolir os meus desejos,
arrancando de meu corpo suas marcas,
 e não ter que fazer tudo isso novamente.
Que os dias não te levem como vento que dispersa,
que sua imagem não se torne uma névoa,
que vai se apagando quando o sol vai surgindo.
Se de tudo esse caminho eu tiver que percorrer,
por algum tempo ainda ei de ter você,
no calor que deixou em minha pele,
no sabor que deixou em minha boca,
no momento que estava ali bem na minha frente,
e era real , não um sonho banal.
Mas se eu tiver que prosseguir,
terei que sacudir a poeira de meus pés e deixar você ir,
sem despedida e sem adeus,
apenas um partir.
Deixando em mim a saudade,
do que por um momento foi tão verdade,
em que olhaste para frente,
sem me esperar,
deixando-me ficar tão ausente de sua vida,
não sendo razão e nem realidade,
do que fora apenas uma fatalidade,
que um dia tudo vai passar.
(Simone Prado)

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Ainda que....eu adormeça...eu vejo...

Ainda que eu adormeça...estou acordada...
Ainda que esteja fora para tantos...estou dentro.
Ainda que não me entendam...eu me entendo.
Ainda que haja fuga...existe a própria busca.
Ainda que pareço estar mal...estou na minha melhor fase.
Ainda que pareço louca, desgovernada...desenfreada...estou na verdade fazendo o que me faz feliz.
Ainda que me olhem e não me enxerguem...eu me vejo.
Ainda que não sinta nada...eu amo...me apaixono...
Ainda que pareço cruel algumas vezes...sou maleável.
Ainda que meu mundo pareça desorganizado...eu me reconstruo.
Ainda que haja dias maus...eu sobrevivo.
Ainda que pareço fraca...sou forte.
Ainda que as pessoas me olhem e não me entendem...estou nos meus melhores momentos.
Ainda que os olhares tenham de mim dó...meus lábios sorriem.


Ainda que minha vida não agrade a todos e o meu caminhar os incomoda...ainda assim eu me busco...me encontro todos os dias e a cada dia me amo ainda mais.


Amo cada pessoa que vem me visitar, amo a cada um que aprendi a amar, amo meus amigos poetas, meus amigos íntimos, amo os que não concordam comigo tantas vezes. Aqui no jardim tenho colhido lindas participações, seus comentários me ajudam a caminhar. Seu carinho me fortalece a prosseguir, tantas vezes escrevi ao deixar as lágrimas caírem, tantas vezes pensei em desistir do blog, de mim, da vida. Mas hoje estou aqui, ainda que muitas vezes deprimida, estou pra dizer que ainda com todas essas coisas, formamos um grande ELO DE AMOR. OBRIGADA A TODOS POR CADA PEDACINHO DEIXADO AQUI E AINDA ASSIM É SÓ UM POUCO DE MIM. BJOS.(Simone Prado)



quarta-feira, 23 de maio de 2012

Medo de perder

Reter a quem amamos por medo de perder é uma decisão bem difícil. Quando lideramos ou ensinamos alguém, vemos o engatinhar da pessoa, os primeiros passos, o andar, o correr, o pular...o livre desenvolvimento. Porém é tão difícil quando sentimos que a cada dia aquela pessoa que era tão dependente começa a caminhar por si mesmo. Já toma algumas decisões, já não nos procura tanto...é como criar filhos as vezes. Temos uma mistura de sentimentos entre satisfação e medo. Sentimos ciúmes e o sentimento de perda muitas vezes se torna bem marcante. Tudo que cuidamos com amor e carinho, quando a nossa ajuda já não é tão necessária. O deixar ir é uma decisão que nem precisa de autorização de nossa parte. As pessoas simplesmente se vão...vão atrás de suas metas, seus sonhos, seus horizontes...e nem por isso quer dizer serem ingratas ou não reconhecerem a nossa participação. O ir, o partir, o deixar, o se distanciar...nem sempre quer dizer que perdemos, ou melhor, perdemos para ganhar. Ganhar o intimo de uma boa ação, de metas alcançadas, de objetivo, de ajuda, de amor. O filho quando começa dar seus primeiros passos, sai desgovernado, e vamos cercando para que ele não caia, mas chega um dia que ele vai e se equilibra e mesmo que caia, faz parte. Assim também é com as coisas da vida, reter ou tentar reter pessoas, por ciúmes e outras razões, sufoca, rotula e acabamos perdendo pelo simples medo de perder. (Simone Prado)

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Entre altos e baixos de nossas vidas.



Quantas vezes olhamos para o horizonte e o que vemos é tão limitado. Vemos problemas gigantes,  situações que parecem nem terem soluções de tão raizados estão dentro de nós, parece uma névoa ao qual não enxergamos um palmo a frente. Ficamos meio desesperançados, desmotivados, tudo parece nem ter fim e olhamos para frente e não vemos nada.

Porém há dias que são bem diferentes, olhamos e vemos tantas coisas na nossa frente que o tempo parece não dar conta. Vemos o céu tão azul, o brilho de todas as coisas, um mundo colorido onde a alegria brota como fonte de dentro de nós. Onde tudo parece pra cima, onde o sorriso fica nos lábios e vem aquela vontade louca de ser diferente, de beijar a todas as pessoas, abraçar, pular, correr como na mocidade, cantar....viver em plenitude de vida.

Ah! Quantos dias lindos e ensolarados em tempos que podem estar até nublados, mas não o vemos assim porque nosso dia interior está brilhando como um profundo sol a irradiar de dentro pra fora. Onde os problemas são tão pequeninos, o horizonte tão límpido, a vida tão bela...onde em qualquer esquina da vida o amor nos espera, pra rir de nossa cara e fazer graça...te caçando quando tantas vezes dele fugiu...ou aquela paixão desvairada e suada de gotas de desejos que escorreram da boca e pingaram no peito querendo mais.

Dias de altos e baixos e tantos quanto são em nossas vidas, mas que vamos levando porque sabemos que tanto um quanto o outro parecem eternos, mas geralmente se alternam formando uma balança que hora pende de um lado e hora de outro. (Simone Prado)

domingo, 20 de maio de 2012

Se eu pudesse teria congelado o tempo....

Paralisado por um momento,
pra não perder  aqueles minutos.
Se eu pudesse não teria tido manhã,
nem sol a raiar,
por que a lua era nosso par.
Teria congelado o seu olhar preso ao meu,
ou aquele beijo que me deu,
pra nunca mais esquecer.
Quis a noite como aliada,
para  ao acordar a realidade quisesse na minha cara jogar que sonhei.
Quis as estrelas ao meu favor se acaso precisasse de testemunhas,
que você estava ali, naquele exato momento.
Não te planejei, não fiquei em expectativas,
apenas esperei e quando vi você bem na minha frente,minha cara não foi de contente e sim de irada.
Irada da impaciência, de até descaso, mas não imaginava o que seria depois, quando o dia se transformasse em passado, que de você eu tivesse gostado.
O que foge do esperado, no momento que acontece me deixa meia desfocada,mas confesso ter adorado algo diferente.
A curiosidade foi o que uniu eu e você,
eu precisava te conhecer para tirar conclusões. 
Mas sei, talvez tenha que esquecer.
Talvez tenha que deletar como tantos aprenderam a fazer.
Não sei, talvez!
Eu não quero ser eu mesma,
eu quero ser a que renasceu,
eu quero ser a que em seus braços reviveu.
O céu de negro se tornou tão azul,
mas talvez o especial tenha sido somente pra mim.
Quem sabe pra você fui tão comum,
fui tão sem magia,
num outro abraço tenha amanhecido tantos outros dias,e tudo tenha sido banal.
Não sei ainda!
Pode ser que tenha que fechar meus olhos e limpar sua imagem, piscar várias vezes e ter que encarar a realidade,que o ontem já passou e o sol no outro dia raiou,apagando seu sorriso e levando de mim o brilho dos seus olhos.
Por isso queria ter congelado o tempo,pra nunca mais te perder de mim,pra não ser roubada dos dias apagarem sua imagem,do som da sua voz se perder,e de dentro de mim eu ter que tirar você. (Simone Prado)





sábado, 19 de maio de 2012

Seu cheiro, seu toque, seu sabor..VOCÊ É REAL.

Você estava lá, onde deveria estar, sem fantasias, real.
Foi tudo tão normal, a razão e nem o juízo estavam presentes, foi apenas a emoção que chegou na frente, o querer, o estar . 


Apenas o SIM fez sentido, o cheiro, o toque envolvido, o calor de seus lábios colados aos meus. O que estava morto sobreviveu, renasceu, ressuscitou, a vontade de viver até voltou e a paz me invadiu por inteira, o que era tédio se esvaneceu, o olhar cabisbaixo por completo se perdeu pra voltar o brilho de alegria na menina dos meus olhos. Ainda que fosse só um momento, mas valeu por tanto tempo as tristeza passadas, você era tudo que me importava. Seu cheiro foi tão perfeito que quase prendi a respiração pra não perder a sensação de frescor no ar. Sem querer me senti flutuar, se tivesse asas me levaria a voar, a grande marca em seu peito pude percorrer com os dedos pra não mais esquecer de momentos difíceis que devem ter sido mas que trouxeram superação, foi bem perto do coração. Não sei se voltará, não importa! O momento vivido foi tão renovador que a sua presença apenas me bastou e guardados estarão em mim. Ainda posso sentir seu sabor em minha boca, dos momentos que me fez bem louca e que me aqueceu o interior me fazendo desabrochar como flor.
(Simone Prado)-18-05-2012

Momentos inesquecíveis

Existem momentos inesquecíveis que valem 

por todas as horas de tédio e mesmice em 

nossas vidas. Momentos que cada minuto tem 

tanto valor que se tornam únicos e reais. 

(Simone Prado)

terça-feira, 15 de maio de 2012

Sou apenas uma joaninha



A caminhar pelo jardim,
pousando em cada flor,
voando assim, assim.

Sou apenas uma joaninha de tão pequenina,
mas onde passo deixo meu encanto,
meus desenhos atraem olhares por todos os cantos.

Minha diversidade de cores traduz a perfeição da criação,
sou inofensiva, as crianças gostam de comigo brincar,
sou tão linda que querem sempre me pegar.

Vou caminhando lentamente,
as vezes, chego a dar pequenos voos.
Sou joaninha simplesmente,
nesse mundo gigantesco,
mas trago comigo grande apreço,
que alegro onde passar.
(Simone Prado) 

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Um pouco de PAZ

Palavras voaram do meu cotidiano,
me escondi por uns dias,
revi meus planos.
Sonhos foram deixados,
outros refeitos,
outros deixei de sonhar,
alguns não haviam sentido de continuar.
O tempo vai passando,
o amadurecimento vamos conquistando,
já não levo tudo no peito,
nem a ferro e fogo,
me canso e algumas coisas deixo.
Deixo o tempo se encarregar,
o que acho ser o melhor hoje,
amanhã posso  não querer nem olhar.
As vezes sou mesmo inconstante,
já não quero mais,
já não quero grilar a cabeça,
sofrer antes que tudo aconteça,
só quero ter PAZ.
(Simone Prado)

sábado, 12 de maio de 2012

FELIZ DIA DAS MÃES

 DESEJO A TODAS AS MÃES MUITA PAZ E ALEGRIA, QUE A CADA MANHÃ SEJA COMO UM NOVO DIA. DIA DE ESPERANÇAS RENOVADAS, DE ABRAÇOS E DE DEMOSTRAÇÃO DE AMOR.


Meu filho Rodrigo e minha mãe Regina

Sinto saudades e quantas vezes gostaria de ter seu abraço, ouvir uma palavra sua e ter sua presença. Mas mesmo morando em outra cidade você foi roubada de nós. Quando está doente, não posso cuidar, quando está triste não posso te acalentar...outra pessoa tomou nosso lugar. Mas mesmo assim seu lugar em mim será eterno porque somos bem parecidas, teimosas, birrentas, agitadas em nós...mas também amamos as vidas. FELIZ DIA DAS MÃES MINHA MÃE. (Simone Prado)




OBS- Acabei indo passar o Dia das Mães com a minha mãe- conseguimos reunir 4 dos cinco irmãos e foi muito bom. Aquela comidinha gostosa que só mãe sabe fazer, que da dieta nos faz se perder....kkkkk. Dançamos...ou tentamos dançar dança de salão...mas foi muito legal a descontração. Tudo por causa do aparelho de som possante que a coroa comprou, ai meus ouvidos....srsrsr.


Agradeço a Deus pela oportunidade que tivemos de estarmos juntos e que ainda possamos viver momentos como esses.

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Um dia após o outro

Vamos a cada dia buscando forças para continuar, essa estrada que muitas vezes temos que nos sentar a beira do caminho pra recuperar nossos passos. Cabisbaixo, ficamos tantas vezes! Pensamentos que vem com tanta força, cansaço, desanimo, frustrações...precisamos aquietar nosso interior, respirar bem fundo...e olharmos para a frente e prosseguirmos. A VIDA CONTINUA!
 (Simone Prado)

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Seu sorriso no silêncio (FALECIMENTO DO MEU TIO-PAI)



Ontem seu sorriso se apagou nesse mundo, seus olhos se fecharam num sono profundo.
Mas ao te visualizar naquele lugar frio e impessoal com apenas flores artificiais,
quando minhas lágrimas caíram livremente e a consciência que é o fim pra todo humano existente,
que todos vamos por isso passar pois não ficaremos eternamente, deixando nesse mundo apenas as sementes, e as lembranças boas e ruins.
Quero me lembrar de você não como o meu último olhar, mas as risadas que ainda ecoam em meus ouvidos,
nunca dentro de mim apagará seu sorriso e a alegria que transbordava por onde passava
Nos seus 86 anos de vida nessa terra, você foi meu tio mas também meu pai o era.  Meu coração ainda está a chorar de saudades eternas. O nome do meu filho, hoje com 20 anos, foi você quem escolheu e foi tão perfeito que foi como Deus que me Deu, nunca poderia ter sido melhor escolhido pois também era como filho seu. A dor que hoje há em meu peito, sei que um dia irá passar, e apenas as boas lembranças da saudade irão restar. Mais um referencial de amor e de vida partiu de mim, mais uma vez a dor de perda e o fim. Essa sensação de impotência, essa torpes feito demência que me deixa petrificada sem nada poder fazer.
Perdi meu amigo, meu pai, meu irmão...mas vai ficar dentro de mim e nunca vou esquecer. "Tio Sérgio " (pai), Obrigado por ter feito parte da minha vida. TE AMO!
(Simone Prado)











segunda-feira, 7 de maio de 2012

Ao cheiro das flores.

E essa sombra que passa,
quase nos arrasta e nos leva a sonhar,
num devaneio secreto que 
muito me desperto pra por ti me levar.
Dos sonhos já passados,
dos que ainda haverei de sonhar,
guardo no peito o desejo somente de amar.
E se tiver que sem o amor viver,
melhor seria como morrer,
e deixar somente a semente pra que um dia,
em algum jardim, volte a nascer.
Das pétalas caídas,
ao chão se misturará com outras folhas,
e quando alguém passar nelas vão pisar,
e de certo nem vão se lembrar da cor daquela rosa que murchou. Saberão que num outro galho a semente lançada de certo desabrochou e da rosa que murchou o tempo a apagará,
e talvez seu perfume seja também esquecido no ar,
porque outras rosas haverão de nascer para o jardim perfumar.
(Simone Prado)

Sorteio do blog Sonhos de papel- OBS O SORTEIO NÃO É DO MEU BLOG

ATENÇÃO: ESSA DIVULGAÇÃO NÃO É DO MEU BLOG, É DO BLOG DA AMIGA ANGELA. UMA DICA QUE DEIXO, PRA QUEM QUISER PARTICIPAR ENTRE NO LINK ABAIXO NO BLOG SONHOS DE PAPEL.




Primeiro sorteio do blog Sonhos de Papel


1- Histórias para aquecer o Coração
50 histórias de amor e sabedoria
( Jack Canfiel e outros- Editora Sextante)

2- O Ratinho do Farol em O Grande Resgate
( livro infantil encadernado)
Autor: Heidi Howarth
Ilustrações:Daniel Howarth
Editora Zastras

3- O fantástico cachecol do Vovô Urso
Escrito e ilustrado por Gillian Heal
Editora Gráfica Vida e Consciência

4- Angelina Bailarina
Autora: Katharine Holabird
Ilustrações: Helen Craig
Editora Caramelo

5- Mamãe é tão infantil!
Autora: Liliana Iacocca
Ilustrações: Michele Iacocca
Editora: Melhoramentos

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Dia internacional do Sol?????

Dizem hoje ser o DIA INTERNACIONAL DO SOL.
O que foi que aconteceu?
Resumiram o dia do Sol para um dia apenas?
Ou quiseram matar a inspiração dos poemas?
Todos os dias espero o Sol raiar em minha vida,
ainda que muitas vezes esteja chuvoso e nublado,
eu sei que mais dia ou menos dia ele virá.
Brindará as manhãs com alegria,
trazendo esperanças onde seus raios penetrarem.
Aquecendo de fora até chegar dentro de minha alma.
Sei que sua beleza de estrela maior,
não é maior do que o meu Senhor,
pois foi Ele quem o criou e o filho não pode ser maior que o Pai.
Há quem o possa endeusar, assim como também endeusam a lua.
Muitos poetas a fazem inspiração, fazem-na toda nua para os poemas românticos vir a encantar, que é uma delicia no ar.
Sei que o sol vem iluminar minha vida,
de forma bem intensa,
clareia a minha mente,
tira a névoa da gente e aquece por onde passar.
Cuidados com a pele hoje devemos ter,
aquele que encanta também pode fazer sofrer,
se seus raios sem proteção  a pele queimar.
Com sabedoria e atenção,
vamos desfrutando dessa vitamina D,
benéfica e necessária a todo nosso ser.
UM DIA ENSOLARADO PRA VOCÊ.(Simone Prado)

terça-feira, 1 de maio de 2012

Inspiração bateu asas e voou

Onde foi inspiração?
Bem pra longe do meu coração.
Bateu asas e voou?
Ou pousou em alguma flor?
Foi conhecer outros ares,
viajar muitas léguas, ou me abandonou?
Será que um dia voltarás?
Me trará inspiração?
Ou buscará um amor pra alegrar meu coração?
Voa, voa passarinho...passarinho voa.
Estarei aqui a te esperar,
para meus poemas escrever,
alegrando quem por aqui passar,
pra de tédio eu não esmorecer. 
(Simone Prado)