terça-feira, 23 de outubro de 2012

Sonhos sem nome


TE TOQUEI EM SONHOS TANTAS VEZES
OUTRAS DEIXEI-ME CHORAR,
SENTI DOR DE SAUDADE E DE DESEJO,
DE VONTADE DE ABRAÇAR.
TANTAS VEZES FUI ERRANTE,
NUM MAR SEM FIM,
NUM BARCO QUE DERIVAVA,
A MERCE DE MIM.
FUI FLOR SEM CHEIRO,
SEM COR,
SEM JARDIM.
FUI CÉU NUBLADO,
SEM SOL E SEM LUAR,
COMO VIAJANTE SÓ ESTAVA A VAGUEAR.
SONHAVA TALVEZ SEM ACREDITAR NOS PRÓPRIOS SONHOS,
APENAS SONHAVA E DELIRARA SOZINHA DENTRO DE MIM.
QUANTAS VEZES MATEI ESSES MESMOS SONHOS,
ME CHAMAVA DE TOLA POR SONHA-LOS.
MAS JÁ COMEÇO VER OS PRIMEIROS RAIOS DE SOL,
DESPONTAR NO HORIZONTE,
SEI QUE NADA POSSO ESPERAR,
MAS DENTRO DE MIM HÁ UMA FOGUEIRA,
QUERENDO ME QUEIMAR POR INTEIRA,
QUANDO VOCÊ CHEGAR.
(Simone Prado)


8 comentários:

  1. belo e sensual poema Simone. Gostei!
    Beijinho português para você

    ResponderExcluir
  2. Simone, adorei esse desejo incendiário.
    Beijo com carinho
    Manoel

    ResponderExcluir
  3. Sentimentos vibram dentro nós, querendo nos mover...
    Belo poema! Sempre de intensos sentimentos. Beijinhos amiga Simone

    ResponderExcluir
  4. Quando mais nada existe prevalece o direito de sonhar....
    Muito bonito!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. O sonho eleva tanto a paixão e o amor né, abraços

    ResponderExcluir
  6. Oii amiga, eitaaa fogo bom esse que é o amor rsr adorei! Bjoooss

    ResponderExcluir
  7. As flores deste jardim
    Murchas não podem ficar
    Não as quero só para mim
    Mas gostaria de as regar!

    E também de as podar
    Cuidar delas com jeitinho
    Para as não deixar murchar
    Em lugar bem fresquinho!

    E para de frio não sofrerem
    Em lugar bem quentinho
    Para sempre se manterem
    Com o seu agradável cheirinho!

    No seu poema toquei
    Não fiquei tremelico
    Por ele me encantei
    Porque em você acredito!

    Foi flor sem cheiro
    Pode ser verdade,
    Mas não acredito
    Teria sua vontade?

    Sem cor nesse jardim
    Estava o céu nublado
    Foi tão lindo assim
    No seu peito guardado!

    Sem luar na escuridão
    Assustada ficou
    No jardim rosa em botão
    Ao amanhecer desabrochou!

    Boa quarta-feira para você,
    Rosa florida aí no teu jardim.
    Um beijo
    Eduardo.


    ResponderExcluir