segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Te colhi entre as flores


Te colhi entre as flores do meu jardim,
até me lembro de quando chegaste e sorriu pra mim.
Foi um encanto mágico e especial,
você foi integro e original.
Como posso te esquecer?
Se nem mesmo sei explicar,
o que fizeste comigo ao me encantar.
Sua voz com sabor de mel,
era um tom tão profundo que me levaste ao céu.
O tempo passou! Aqui ainda estou a me deslumbrar com você,
você ainda é o sonho que sonhei pra mim,
não dá pra te perder em meio ao meu jardim.
Quando me vejo por ti suspirar,
é como renovar minhas forças pra te alcançar.
Sei que não engana no seu falar,
é como música a me bailar.
Me embriaga como vinho, aguça meu paladar,
mas o que mais quero é de seus lábios me apossar.
(Simone Prado)

13 comentários:

  1. Em teu jardim andava perdido
    Entre as flores me encontrou
    No chão triste, corpo dorido
    Com sua beleza me enfeitiçou!

    A dizer obrigado aqui estou
    Por me ter socorrido
    Com o seu olhar me iluminou
    Quando no seu jardim andava perdido!

    Quando chegou junto de mim
    Uma estrela no céu brilhou
    Se abriram flores do seu jardim
    O seu corpo de beleza se iluminou!

    Bom noite para você, obrigado pelo
    poema. lindo para não se esquecer.
    Um beijo
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  2. Como esquecer quem é tão especial na nossa vida?
    Lindo! ¨*
    "Me embriaga como vinho..."aguça meu paladar, mas o que eu quero é de seus lábios me apossar...!
    É mel de se lambuzar!
    Mery* / beijinho.
    to voltando.

    ResponderExcluir
  3. Oi Simone, que encanto tua bela colheita.
    Lindos versos, lindo carinho.
    Bjks e otima semana

    ResponderExcluir
  4. .


    Quem cuida do jardim, tem
    as mãos, sempre, perfumadas.
    Não vou matá-la de curio-
    sidade. Confira no meu blog
    quem ficou com a boca cheia
    dágua.

    Beijos,

    silvioafonso






    .

    ResponderExcluir
  5. Lindo te ler. Tenha um maravilhoso dia. Bjs

    ResponderExcluir
  6. Palavras que são música para nos bailarmos também, nessa sua sensibilidade! Adorável.
    Beijinho da Ruthia
    http://bercodomundo.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  7. E esse embriagar é tão bom não mesmo amiga Simone? Alías é tudo assim que a gente quer! Gr. Bj. e ótima semana minha linda!

    ResponderExcluir
  8. Simone

    Gostaria de lhe pedir para me adicionar a sua lista de seguidores.Pois tive que apagar todo o meu blog, peguei um código com vírus e eu não sabia. Lutei para encontrar ai tive que deletar para não danificar o meu computador e não passar para as outros pessoas. tudo.Chorei de raiva diante do pc. Conto com sua colaboração em me seguir novamente. Um beijo e muito grata.
    Ana Brisa

    ResponderExcluir
  9. Suspiros poéticos postos assim com flores pelo caminho são as maiores provas de que o amor floresce jardins dentro de nós.

    Abs!

    ResponderExcluir
  10. Olá, parabéns pelo seu blog!
    Se puder visite este blog:
    http://morgannascimento.blogspot.com.br/
    Obrigado pela atenção

    ResponderExcluir
  11. Sublime seu poema querida..fiquei encantada de ler... doce dia amiga, beijinhos
    Valéria

    ResponderExcluir
  12. Lindo dia minha querida !!!!!!
    Aqui é lugar de beber todos os vinhos e ainda temos o direito de nos embriagarmos no teu poetar...cada dia vc me surpreende mais e mais...linda de coração e de alma...te amo...
    Bjssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  13. Maravilhoso poema minha amiga. Que a chama do amor se mantenha sempre acesa.
    Bom fim de semana
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir