sábado, 23 de junho de 2012

PERDOE EU ERREI COM VOCÊ...e comigo...

Não foi minha intenção,
foi quase sem perceber,
no medo de sofrer fui egoísta,
olhei somente pro meu umbigo.
Confesso:  não pensei em você.
Não me coloquei em seu lugar,
não percebi sua forma de me olhar,
apenas me assustei,
quando não pude as rédeas segurar.
Fiz uma bagunça em minha mente,
sem perceber que você não me entendia,
algumas vezes fingi não notar,
que havia tristeza dentro de seu olhar.
Algumas palavras pronunciei,
hoje paro pra pensar,
só serviram pra te magoar,
e na hora simplesmente sorri,
sem me incomodar.
Pra mim era uma brincadeira,
sem consequências,
falava algumas besteiras,
não medi o meu falar.
Sem querer por um momento eu entendi,
que eu havia parado de sorrir,
que o que não podia acontecer,
não acometeu a você,
chegou em mim,
meio tarde eu percebi.
Eu não planejei aquele sentir diferente,
não sonhei em ter saudade em meio a nós dois.
Eu pensei que você tinha que entender,
que o meu sofrer me fazia de vitima,
e esqueci que você também tem sua história,
que não era obrigado a me acalentar com palavras pra me acalmar.
Foi uma discussão sem sentido,
minha mente um caos envolvido,
eu não consegui da bagunça de meus pensamentos me safar.
Tanto errei, tentando me acalmar.
Como criança pequena você me viu,
te doeu o meu falar.
Da sua vida parti correndo,
sem pra trás querer olhar,
foi quando percebi,
que corria do medo de me apaixonar.
Respirei bem fundo, chorei, briguei comigo e voltei,
mas você já não estava lá.
No quentinho do seus abraços não havia pra mim nenhum lugar.
Eu não tinha nada a te oferecer,
na bagunça da minha vida não consegui encaixar você.
Agora você veio me dizer,
que existe outro alguém,
que tão rapidamente tomou meu lugar.
Na verdade eu nem sabia que tinha entrado em você,
tudo fora tão rápido, nem pude perceber.
Acabou ! De seus lábios pude ouvir, 
de suas palavras pude ler,
aquilo que esperou de mim,
também esperei de você.
e naquela de quem vence o egoismo primeiro,
quem foi atrás fui eu,
mas já era tarde,
de mim você se escondeu.
Eu errei com você,
agora sozinha estou com meus botões a remoer,
em outros lábios agora você beija, talvez seja tão fácil me esquecer.
Eu penso em você todos os dias, não tenho dó de mim apenas nostalgia.
Continue seu caminhar, por um momento tão rápido em minha vida,
eu tive medo de ser feliz.


(Simone Prado)-23-06-2012

12 comentários:

  1. Oi Simone...
    Lindo!!!Esse instante de indecisão ou de medo pode por tudo a perder... Amei o post...uma explosão de sentimentos...Sua filha Paola é muito linda...Ótimo Fim de Semana!
    Beijos!
    San...

    ResponderExcluir
  2. O medo de amar faz com que percamos momentos incríveis que nos levam ao paraíso do qual nem sabíamos que existia, por medo, egoísmo, covardia, ou ate mesmo por amor proprio, pois ja se cansou tanto de sofrer que quando o amor vem é capaz de nem perceber que é real e não fantasia, daí vem a insegurança, a dúvida, ou talvez até mesmo aquela pergunta que fazemos pras nós mesmo...será mesmo que isso tudo é pra mim?
    Ou será que é só isso que mereço ter?
    Quem vai saber? Só o tempo fará entender por que não deu certo, ou por que não percebeu que era pra você sim com todas as letras e os pingos nos is, era pra vc e vc nem se deu conta, enrolada nos seus medos , deixou passar o que de mais belo existiu, e por medo deixou-se perder no vento.

    Lindo e triste desabafo, amei, bj

    ResponderExcluir
  3. A análise fria de nosso comportamento demora a ser feita. Na emoção de alguns momentos e no medo de perder, nos perdemos. Preocupados conosco, nos esquecemos de medir os sentimentos de com quem convivemos. E o "não" ocupa o lugar do "sim", de forma irremediável. Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Maravilhoso! Versos fortes e incisivos! Bjs e um lindo domingo!

    ResponderExcluir
  5. Nostálgico, sofrido e vindo do interior da alma, lindissimo!
    Bom domingo e uma excelente semana.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  6. Seu poema revela uma dor muito profunda mas escreveste com grande beleza, minha querida. Te desejo momentos sublimes!
    Momentos simples, alegres, divertidos...
    Momentos de risos, de improvisos.
    Momentos bons, de luz e paz
    Momentos felizes e inesquecíveis...
    De satisfação e de pura emoção!
    Que neste domingo
    Permaneçam os momentos de imensa alegria
    E que eles sejam extremamente vibrantes!!!
    Beijinhos doces
    Gracita

    ResponderExcluir
  7. Olá amiga, lindo texto de retratação, todos nós erramos, dizemos coisas no calor das discussões, nos arrependemos, não damos o valor que um momento merece, mas o importante é reconhecer e pedir perdão e melhor ainda poeticamente! Bjoooosss

    ResponderExcluir
  8. Oi minha amiga, lindo e nostalgico post, mas que retrata muito bem alguns momentos de medo e desvario em nossas vidas. O mais importante é reconhecer o erro e tentar corrigi-lo.
    Bjks e otimo domingo

    ResponderExcluir
  9. Você o fez sem intenção
    E com certeza sem pensar
    A alguém não deu atenção
    Nem para ela quis olhar!

    De braço no ar,
    Desesperada talvez
    Fazendo trapos voar
    Sem pensar o que fez!

    Precisa ser perdoada
    Com certeza o irá ser
    Mulher irritado
    Quando por amor sofrer!

    Bom resto de domingo,
    um beijo
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  10. Estamos quase sempre errando e, o mais importante, aprendendo com nossos erros...
    Abraços

    ResponderExcluir
  11. Minha querida

    por vezes a felicidade está a um passo de nós e não o conseguimos dar, e quando
    queremos voltar atrás por vezes o tempo já é outro.
    Beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir