Pular para o conteúdo principal

Medo de perder

Reter a quem amamos por medo de perder é uma decisão bem difícil. Quando lideramos ou ensinamos alguém, vemos o engatinhar da pessoa, os primeiros passos, o andar, o correr, o pular...o livre desenvolvimento. Porém é tão difícil quando sentimos que a cada dia aquela pessoa que era tão dependente começa a caminhar por si mesmo. Já toma algumas decisões, já não nos procura tanto...é como criar filhos as vezes. Temos uma mistura de sentimentos entre satisfação e medo. Sentimos ciúmes e o sentimento de perda muitas vezes se torna bem marcante. Tudo que cuidamos com amor e carinho, quando a nossa ajuda já não é tão necessária. O deixar ir é uma decisão que nem precisa de autorização de nossa parte. As pessoas simplesmente se vão...vão atrás de suas metas, seus sonhos, seus horizontes...e nem por isso quer dizer serem ingratas ou não reconhecerem a nossa participação. O ir, o partir, o deixar, o se distanciar...nem sempre quer dizer que perdemos, ou melhor, perdemos para ganhar. Ganhar o intimo de uma boa ação, de metas alcançadas, de objetivo, de ajuda, de amor. O filho quando começa dar seus primeiros passos, sai desgovernado, e vamos cercando para que ele não caia, mas chega um dia que ele vai e se equilibra e mesmo que caia, faz parte. Assim também é com as coisas da vida, reter ou tentar reter pessoas, por ciúmes e outras razões, sufoca, rotula e acabamos perdendo pelo simples medo de perder. (Simone Prado)

Comentários

  1. Concordo contigo, amiga.
    Não adianta tentar prender alguém ao nosso lado, temos que deixar cada um seguir seu caminho...se amamos, temos que deixá-los "livres...e se um dia voltam é porque é o destino, e eu digo mais:
    - "Essa é a vida da gente!
    Amei tua postagem, beijinho.
    Mery*

    ResponderExcluir
  2. Difícil segurar alguem sem vontade, e muito menos prender os filhos para não se machucar ou se decepcionar, cada um tem aquilo que merece, se merecem viver longe, longe então ficará, a saudade vai doer, mas com o tempo tudo se ajeitará, a vida se encarrega de substituir pessoas, até mesmo aquelas que achamos nunca mais esquecer, a vida repõe e muitas vezes melhor do que era, é só fazer o que tem feito uma amiga minha, deixar a vida te levar, sem barreiras, sem neuras, vivendo um dia de cada vez, não é mesmo?

    ResponderExcluir
  3. Pura verdade!
    uma noite tranquila para vc
    bjs
    juliana

    ResponderExcluir
  4. Oi Simone, o amar é deixar as pessoas que amamos livres, para que estejam ao nosso lado sempre que desejarem.
    Bjs e otima noite

    ResponderExcluir
  5. Lindo e verdadeiro texto!
    Dar liberdade é amar...
    Abraços! Boa noite e um amanhã
    radiante pra ti.

    ResponderExcluir
  6. Olá, Simone. Menina vc é fantástica! Adoro seus textos. Passando pra desejar um bjo carinhoso de boa noite! Durma com os anjos.

    ResponderExcluir
  7. Uma verdade irrefutável. O ser humano não foi feito para ficar preso e quanto mais isso se faz mais ele se quer libertar! Bjs

    ResponderExcluir
  8. Amiga mesmo depois de crescidos eles se desgovernam vez ou outra rsrsr e temos que ampara-los, não é fácil mesmo deixa-los ir, a minha mais velha se foi e eu só posso rezar p que ela tenha juizo rsrrs Bjoooooos

    ResponderExcluir
  9. Começa-se a gatinhar
    Depois a andar e correr
    Quem muito alguém amar
    Não pode se alguém reter
    Da sua liberdade
    De caminhar para onde pretender
    De dia ou de noite a sua vontade
    Como os passarinhos, nos seus ninhos
    Onde nascem e crescer
    Abrem as asas, a voar seguem seus destinos
    Assim são os filhos das pessoas
    Chagam à idade adulta
    Seguem seus caminhos à procura de coisas boas
    E de fruta madura!
    Para a poderem saborear
    Satisfazer seus desejos e prazeres
    E a felicidade encontrar
    Sem que ninguém os deva reter
    Ou do caminho certo desviar!

    Bom dia de quinta-feira para você,
    Está muito bem narrado. Adorei,
    um beijo
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Corrijo. Não pode esse alguém reter!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

CROMOS E KAIRÓS ( O TEMPO DE DEUS E O TEMPO DOS HOMENS

Significado da palavra Khronos (em grego Χρόνος, que significa ‘tempo’; em latim Chronus) Kairos (καιρός) é uma antiga palavra grega que significa "o momento certo" ou "oportuno"
"Tudo fez formoso em seu tempo; também pôs o mundo no coração do homem, sem que este possa descobrir a obra que Deus fez desde o princípio até ao fim." (Eclesiastes 3 : 11)



DEUS NÃO SE LIMITA AO TEMPO DO HOMEM POIS ELE TEM O PRÓPRIO TEMPO. POR ISSO SOMOS TÃO ANSIOSOS E VIVEMOS MAL NOSSO TEMPO, NOS PREOCUPAMOS EM CORRER E ESQUECEMOS DE VISUALIZAR O HOJE AO QUAL VIVEMOS. DEPOIS FICAMOS NUM FUTURO A  LAMENTAR O TEMPO PERDIDO



Seu sorriso no silêncio (FALECIMENTO DO MEU TIO-PAI)

Ontem seu sorriso se apagou nesse mundo, seus olhos se fecharam num sono profundo.
Mas ao te visualizar naquele lugar frio e impessoal com apenas flores artificiais,
quando minhas lágrimas caíram livremente e a consciência que é o fim pra todo humano existente,
que todos vamos por isso passar pois não ficaremos eternamente, deixando nesse mundo apenas as sementes, e as lembranças boas e ruins.
Quero me lembrar de você não como o meu último olhar, mas as risadas que ainda ecoam em meus ouvidos,
nunca dentro de mim apagará seu sorriso e a alegria que transbordava por onde passava
Nos seus 86 anos de vida nessa terra, você foi meu tio mas também meu pai o era.  Meu coração ainda está a chorar de saudades eternas. O nome do meu filho, hoje com 20 anos, foi você quem escolheu e foi tão perfeito que foi como Deus que me Deu, nunca poderia ter sido melhor escolhido pois também era como filho seu. A dor que hoje há em meu peito, sei que um dia irá passar, e apenas as boas lembranças da saudade irão…

Sou apenas uma joaninha

A caminhar pelo jardim, pousando em cada flor, voando assim, assim.
Sou apenas uma joaninha de tão pequenina, mas onde passo deixo meu encanto, meus desenhos atraem olhares por todos os cantos.
Minha diversidade de cores traduz a perfeição da criação, sou inofensiva, as crianças gostam de comigo brincar, sou tão linda que querem sempre me pegar.
Vou caminhando lentamente, as vezes, chego a dar pequenos voos. Sou joaninha simplesmente, nesse mundo gigantesco, mas trago comigo grande apreço, que alegro onde passar. (Simone Prado)