domingo, 15 de abril de 2012

Espera de uma mudança com consistência



Vivo na espera que as coisas se mudem com qualidade,
mas a angustia de uma espera que não finda para mudar a mesmice de minha vida.
Não falo de momentos mágicos em família ou coisa parecida pois esses eu já os tenho e sou feliz.
Falo da espera de completar esse vazio em meu peito, de olhar para o lado e não vê apenas um travesseiro.
De poder dialogar, trocar elogios e se amar. Vejo a chuva que cai lá fora e não sei onde molha mais, se no exterior ou dentro de mim. Quem me ama eu não amo e não estou afim. Vivo a esperar que esse dia venha chegar, onde meus fins de semana já não me causem amargor, por serem mais um fim de semana a passar na monotonia de não se fazer nada,ou quase nada. Vou tentando ocupar minha mente, fingindo muitas vezes estar contente pra que não me perguntem o por quê. Mas essa solidão interna já quase me dilacera e asfixia meu peito mesmo que eu tenha vários defeitos e me fecho em meu ser. Puderas olhar para o lado e depois que a chuva passar viesse a aurora e com ela as boas novas a me encantar. Limpasse as teias de aranha, renovasse minha estrada para um novo caminhar.(SIMONE PRADO)

12 comentários:

  1. Um lindo poema sobre a espera, que certamente terminará com a chegada de novos rumos.Beijos

    ResponderExcluir
  2. Feito para mim! É assim que estou me sentindo
    bjs
    juliana

    ResponderExcluir
  3. Nossa querida, vc me traduziu no texto.
    Tbm estou com a mesma espera;
    beijos mil e uma linda semana ****

    ResponderExcluir
  4. Que bom ser assim
    Vivendo com fé e esperança
    Acreditando enfim
    Na qualidade da mudança!

    Na angustia se espera
    Que à amanhã o melhor aconteça
    Que o fosse quem me dera
    Para você que bem o mereça.

    No seu peito existe um vazio?
    É você que o escreve
    Por dizer a verdade merece elogio
    Muito gente a dizê-lo não se atreve!

    A chuva que cai não é suficiente
    Para toda a terra molhar
    Sem água não fazer nascer a semente
    Que antes na terra deitar!

    Desejo uma feliz noite para você,
    durma bem e bons sonhos.
    Um beijo
    Eduardo

    ResponderExcluir
  5. Simone,
    Quem espera sempre alcança, diz o ditado e eu acredito que seja uma verdade. Que tenhas o lado vazio preenchido, afinal o homem (ou mulher) não foi criado para estar só.
    Lindo seu texto!
    Bjks doces e uma boa semana.

    ResponderExcluir
  6. Ah!!!! esta espera que esperamos um dia ter fim....
    Me sinto exatamente assim.
    Um beijo querida.

    ResponderExcluir
  7. As a muda RFA cabe a nós.......beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  8. amiga querida esperar e saber esperar são coisas importantes..bj..boa semana..obrigado pelo carinho.

    ResponderExcluir
  9. Será que adormeceu?
    Sua grande preguiçosa
    Ainda hoje não apareceu
    Por onde andará agora!

    Um bom dia para você.
    um beijo.

    ResponderExcluir
  10. Vejo a chuva que cai lá fora e não sei onde molha mais, se no exterior ou dentro de mim.

    Lindo seu desabafo!
    Bjos

    ResponderExcluir
  11. Encantador seu texto-poético.
    Acima das nuvens o Sol nunca deixa de brilhar e um dia, a nuvens vão se afastar e novamente seu coração vai aquecer.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Ô Simone! Posso me unir a ti nesse lamento amiga? Tão perfeitamente ele me calçou! Gr. Bj.

    ResponderExcluir