terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Liberdade de alma


Como quer minha alma ser livre pra bailar,
em novidade de vida conquistar.
Viver com intensidade e leveza,
deixando em mim fluir a beleza.


Como quer desvencilhar de todas as amarras,
que aprisionam alguns pensamentos,
despreocupando-se por um longo momento,
me sentindo flutuar.


Quero a liberdade de espírito conquistar,
amar a mim mesmo e me aceitar,
depois posso a outros também amar,
mas a auto estima em alta estar.


Quero uma alma liberta totalmente,
lembrando-se que ainda sou gente,
e preciso me realizar,
para quando dessa vida passar,
levar na bagagem o conhecimento,
e do outro lado  livre chegar.
Para com meu Rei me encontrar.
SImone Prado

6 comentários:

  1. Hola Simone, nos dejas un bello poema en tu entrada, Libertad de alma" entiendo que el alma
    es libre por eso es intangibble, también puede
    que haya almas que dependan de otra almma,
    ¿es la tuya acaso? si es así te felicito eres
    feliz y así te lo deseo pues bien te lo mereces.
    Un tierno abrazo y besos...
    Ángel-Isidro.
    http://elblogdeunpoeta.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. oi querida me desculpe minha ausência..estava viajando para o trabalho,,agora de volta beijo..

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo poema muito sensivel e tocante! Abçs

    ResponderExcluir
  4. Olá amiga Simone. Acredito que a liberdade comece em aprender a amar a nós mesmos antes de amar o outro. Adorei o poema!! Teu blog é lindo!
    Muitos beijos

    ResponderExcluir
  5. ...olá! Boa noite! Sim! A liberdade, começa conosco! Libertar de nossas amarras internas,e assim, procurar O "REI"!
    Boa quinta!
    Bye!

    ResponderExcluir
  6. Não é preciso desesperar,
    Para uma alma libertar totalmente
    Você precisa é de encontrar
    Em seu caminho boa gente!

    Disso eu tenho a certeza,
    Você poder encontrar
    Ao encontro da natureza
    Nos seus olhos a brilhar!

    O que brilha nos seu olhar,
    Uma esperança enfim
    Para o que pretende conquistar
    A beleza não tem fim!

    Desejo uma feliz tarde para você,
    um abraço
    Eduardo.

    ResponderExcluir