Pular para o conteúdo principal

MISTÉRIOS DO AMOR


Quisera entender  todos os mistérios do amor,
desvendar seus enigmas,
seus labirintos.
Percorrer todo o seu fascínio e incógnitas,
escalar seus montes e descer em suas encostas,


Quisera sair de todos seus vales,
me esconder em seus esconderijos,
encontrar os vales perdidos,
e desvendar todas as saídas.


Quisera não ficar perdida,
em meio ao oculto,
ter visão em absoluto,
para entender esse mover.
Quisera ser apenas uma flor em desenvolvimento,
esquecer ser humano só por um momento,
e no amor me perder.

Comentários

  1. nem que eu viva 200 anos entenderia essa coisa louca chamada amor, que nos faz perder o ar e mesmo assim continuar vivendo, como entender? e pra que entender?

    ResponderExcluir
  2. Boa noite querida!Falar de amor só em um poema lindo como esse...
    bjs

    ResponderExcluir
  3. acho que todos nós queriamos isso..bjs querida um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Minha querida

    Passando para agradecer o carinho de sempre e oferecer uma fatia de bolo do meu aniversário...embora virtual é de coração.

    Beijinhos com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  5. LINDA POESIA E TEUS DESEJOS...aDOREI A VISITA!BEIJOS,TUDO DE BOM,CHICA

    ResponderExcluir
  6. Nossa, que lindo, Simone!
    Tudo, o novo visual do blog, as cores... Esse post então...
    Desconfio até que algum cupido é que sussurrou ele no seu ouvido, fala, vai? Rsrs

    Parabéns!

    Um abraço para você!

    ResponderExcluir
  7. Flor que andas perdida
    Teu pensamento voando
    Não estejas escondida
    O teu amor está esperando.

    Não o deixes muito tempo à espera
    Corre, atravessa vales o montes
    Não te atrases, porque quem espera desespera?
    E a felicidade se pode perder em instantes.

    Desejo uma noite muito feliz para você,
    um abraço
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  8. Oi Flor, vim agradecer sua presença la no "cores".

    Quem dera pudessemos desvendar todos os misterios do amor...rsrs, lindo poesia.

    Bjs e otima noite

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

CROMOS E KAIRÓS ( O TEMPO DE DEUS E O TEMPO DOS HOMENS

Significado da palavra Khronos (em grego Χρόνος, que significa ‘tempo’; em latim Chronus) Kairos (καιρός) é uma antiga palavra grega que significa "o momento certo" ou "oportuno"
"Tudo fez formoso em seu tempo; também pôs o mundo no coração do homem, sem que este possa descobrir a obra que Deus fez desde o princípio até ao fim." (Eclesiastes 3 : 11)



DEUS NÃO SE LIMITA AO TEMPO DO HOMEM POIS ELE TEM O PRÓPRIO TEMPO. POR ISSO SOMOS TÃO ANSIOSOS E VIVEMOS MAL NOSSO TEMPO, NOS PREOCUPAMOS EM CORRER E ESQUECEMOS DE VISUALIZAR O HOJE AO QUAL VIVEMOS. DEPOIS FICAMOS NUM FUTURO A  LAMENTAR O TEMPO PERDIDO



Seu sorriso no silêncio (FALECIMENTO DO MEU TIO-PAI)

Ontem seu sorriso se apagou nesse mundo, seus olhos se fecharam num sono profundo.
Mas ao te visualizar naquele lugar frio e impessoal com apenas flores artificiais,
quando minhas lágrimas caíram livremente e a consciência que é o fim pra todo humano existente,
que todos vamos por isso passar pois não ficaremos eternamente, deixando nesse mundo apenas as sementes, e as lembranças boas e ruins.
Quero me lembrar de você não como o meu último olhar, mas as risadas que ainda ecoam em meus ouvidos,
nunca dentro de mim apagará seu sorriso e a alegria que transbordava por onde passava
Nos seus 86 anos de vida nessa terra, você foi meu tio mas também meu pai o era.  Meu coração ainda está a chorar de saudades eternas. O nome do meu filho, hoje com 20 anos, foi você quem escolheu e foi tão perfeito que foi como Deus que me Deu, nunca poderia ter sido melhor escolhido pois também era como filho seu. A dor que hoje há em meu peito, sei que um dia irá passar, e apenas as boas lembranças da saudade irão…

Sou apenas uma joaninha

A caminhar pelo jardim, pousando em cada flor, voando assim, assim.
Sou apenas uma joaninha de tão pequenina, mas onde passo deixo meu encanto, meus desenhos atraem olhares por todos os cantos.
Minha diversidade de cores traduz a perfeição da criação, sou inofensiva, as crianças gostam de comigo brincar, sou tão linda que querem sempre me pegar.
Vou caminhando lentamente, as vezes, chego a dar pequenos voos. Sou joaninha simplesmente, nesse mundo gigantesco, mas trago comigo grande apreço, que alegro onde passar. (Simone Prado)