quinta-feira, 17 de novembro de 2011

MOMENTO DE REFLEXÃO- compartilho a mensagem de hoje do meu curso de vendas do SEBRAE


Os Obstáculos



Por Roberto Reccinella

Certa vez um cão estava quase morto de sede, 

parado junto à água. 
Toda vez que ele olhava o seu reflexo na água, 
ficava assustado e recuava,

porque pensava ser outro cão.

Finalmente, era tamanha a sua sede,

que abandonou o medo 

e se atirou para dentro da água.
Com isto, o reflexo desapareceu.
O cão descobriu que o obstáculo
 - que era ele próprio- ,
a barreira entre ele e o que buscava,
havia desaparecido.
Nós estamos parados no meio do nosso
próprio caminho.

E, a menos que compreendamos isso,

nada será  possível em direção
ao nosso crescimento.

Se a barreira fosse alguma outra pessoa, 

poderíamos nos desviar. 
Mas nós somos a barreira.

Nós não podemos nos desviar 

- quem vai desviar-se de quem? 
Nossa barreira somos nós e 
nos seguirá como uma sombra.

Esse é o ponto onde nós estamos

 - juntos da água, quase mortos de sede.

Mas alguma coisa nos impede, porque 

nós não estamossaltando para dentro.

Alguma coisa nos segura. O que é?

É uma espécie de medo.
Porque a margem é conhecida, é familiar 
e pular no rio éir em direção ao desconhecido.

O medo sempre diz: "agarre-se àquilo 

que é familiar, ao que é conhecido".

E as nossas misérias, nossas tristezas,

nossas depressões, 
nossas angústias, nossos complexos,
nos são familiares, são habituais.

Nós vivemos com eles por tanto tempo e

nos agarramos a eles como se fosse um tesouro.

O que nós temos conseguido com isso?

Será que não podemos renunciar
às nossas misérias?

Já não vivemos o bastante em elas?

Será que já não nos mutilaram demais?

O que nós estamos esperando?

Esse é o caso de todos nós.

Ninguém nos está impedindo.

Apenas o próprio reflexo entre nós e 

o nosso destino, entre nós como uma semente 
e nós como uma flor.

Não há ninguém nos impedindo,

criando qualquer obstáculo.

Portanto, não continuemos a jogar

a responsabilidade nos outros.

Essa é uma forma de nos consolar.

Deixemos de nos consolar, deixemos

de ter auto-piedade.
Fiquemos atentos.

Abramos os olhos.

Vejamos o que está acontecendo 

com a nossa vida.

Escolhamos o certo 

e decidamos dar o salto.
(Extraído do livro "Antes Que Você Morra", de Osho Rajneesh).

 

7 comentários:

  1. Simone está tão real o que este texto passou para mim que a sensação que me invade é de estar "escutando" a voz do silêncio interior que ecoa vibrante dentro de mim. Creio que Deus nos fala e mostra caminhos através do outro, está acontecendo agora, fez-me um bem enorme, foi ratificado o que já havia percebido...a barreira somos nós mesmos. Obrigada e feliz dia para você.Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Amiga Marilene, muito bom o teu post. Um belo ensinamento.
    Um abração. Tenhas uma linda tarde.

    ResponderExcluir
  3. Muito linda a mensagem, saudades daqui.Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá amiga,

    As reflexiós que se poiden lembrar de acá son moi diversas. Escreves moi ben cunha profundidade moi grande e intensa. Gostame.

    Si desexas ver o meu blog, o enlace: http://joaquinlourido.blospot.com/

    Beijos dende Galiza.

    ResponderExcluir
  5. É bem verdade que somos muitas e muitas vezes o nosso pior obstáculo a tudo que queremos realizar!

    ResponderExcluir
  6. Belíssimo texto Simone...

    "Obstáculos são essas coisas amedrontadoras que você vê quando você
    tira seus olhos do seu objetivo" A D, gosto dessa citação

    ... quando vc enfrenta seus próprios obstáculos, voce faz a diferença, pois nunca desisti, vc sempre irá encontrar novas estrategias, nov direção e redireciona suas forças para reverter os ventos fortes que insistem em assoprar em qualquer situação da sua vida, seja pessoal, profissional..em particular é desses desafios que gosto,coisas difíceis e impossíveis...
    é onde encontro mais força
    para vencer e dar a volta por cima... eu digo para o obstáculo ...me aguarde... eu não desisto, não desistirei jamais.

    Abraços e que Deus te abençoe grandemente
    Giovanna

    ResponderExcluir
  7. Por falar no reflexo, vou contar
    Uma história que na realidade não aconteceu
    Um homem num poço se afogar
    Chamada a GNR, no local apareceu
    O guarda sua imagem na água viu
    Meu colega, junto da vítima lá está
    Minha presença não ser mais necessária respondeu!

    O amor se tornou um obstáculo
    Para quem não tem coragem de o enfrentar
    Como perder a vontade de assistir ao espectáculo
    Prefere, antes, ficar a sofrer e chorar!

    Coragem menina, a vida continua
    Se a felicidade é pequenina
    Não a deixes ficar perdida na rua
    Mostra a tua beleza feminina
    De mulher, a tua elegante formosura.

    Não fiques da tristeza moribunda
    Tens muito amor para dar e receber
    Se a felicidade para ti, não abunda
    Vai ao encontro, não te deixes dela perder

    Nos conduz ao fracasso a cobardia
    Sem amor a esperança se perdeu
    A beleza da mulher não é fantasia
    Para muito amor dar e receber ela nasceu.

    Desejo para você, minha amiga Simone Prado,
    um bom fim de semana com muito amor para dar e receber.
    Um beijo
    Eduardo.

    ResponderExcluir