quinta-feira, 29 de setembro de 2011

NO CANTO DAS ROSAS


SINTO O EMBALAR DO VENTO,
INVADINDO MEUS PENSAMENTOS,
OUSO O CANTO DOS PÁSSAROS,
PENETRANDO EM MEU ESPAÇO.
NA ORQUESTRA DAS ROSAS,
QUERO MAESTRAR EM POESIA ,
TRAZENDO ACORDES EM FORMA DE ALEGRIA.
NO BALÉ CLÁSSICO DO MOVIMENTO DE SEUS GALHOS,
QUERO ME ENCANTAR COM A SUA SINTONIA.
DAS ROSAS QUE ME EMBALAM TODOS OS DIAS,
QUERO O PERFUME, A SUA NOSTALGIA,
QUERO SUAS CORES EM PERFEITA HARMONIA.

2 comentários:

  1. No embalar do vento
    Corpo feliz se sente
    De tudo o que se passa no tempo
    Que o amor não esteja ausente
    Desta alegre poesia
    Dos galhos quebrados
    Viver com saúde e alegria
    E com o amor nos seus braços!
    Juntinho ao coração
    Sentir o seu calor
    Mesmo que seja na escuridão
    Não perde o seu valor!

    Para você, Simone Prado,
    Sua elegância tem valor
    Já a tinha imaginado
    Botão de rosa em flor!

    Desejo para você, uma linda noite,
    Lhe envio um beijo com o devido respeito.
    que bem merece,
    Eduardo.

    ResponderExcluir