sexta-feira, 1 de julho de 2011

Hoje senti saudades



Saudades de você,
do seu cheiro, do seu sabor,
das noites de intenso amor.
Do seu corpo colado ao meu,
nos lábios que se esqueceu de se afastar.
Do abraço que não quis soltar,
das mãos que não deixaram de se entrelaçar.
Senti saudades do seu tudo, do seu ar.
de juntos até rolar e quase cair ao chão.
Do silêncio do profundo do seu olhar.
Hoje senti saudades de você.


Da sua voz a gargalhar, das cócegas que não me deixavam falar.
Das risadas que invadiam o silêncio e não me deixavam suspirar.
Hoje, me lembrei de você.
Foi muito bom relembrar,
poderia você hoje voltar.


Olhar pra mim, em seus braços me estreitar,
falando baixinho, até me amar. 

3 comentários:

  1. Encantador e recheado de palavras suaves!

    ResponderExcluir
  2. Que lindo está o teu jardim...e o poema então...triste,porém lindo.


    =D
    tem novidades lá nos blogs...

    http://devaneios-fragmentos.blogspot.com/
    http://diariodeumatempestade.blogspot.com/

    e no meu jardim

    http://tempestade-floresnocaminho.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Simone.. tudo por aqui em seu cantinho é muito lindo.. adorei o novo visual!!!

    Beijocas super em seu coração e obrigada pelo carinho de sua visita!!

    Verinha

    ResponderExcluir