quarta-feira, 1 de junho de 2011

Pintando o amor


O AMOR É ASSIM, CHEIO DE FANTASIAS,
O PINTAMOS DA FORMA QUE QUEREMOS,
NAS CORES QUE DESEJAMOS,
MUITAS VEZES ATÉ O APAGAMOS,
E RECOMEÇAMOS.


AS VEZES SONHAMOS COM O AMOR,
QUANDO CHEGA NEM ACREDITAMOS,
POIS  CRIAMOS EXPECTATIVAS,
E ELE VEM TÃO SIMPLES QUE NEM O VEMOS.


TANTAS VEZES O DEIXAMOS PASSAR DESPERCEBIDO,
PORQUE O AMOR TEM SEUS MISTÉRIOS,
SE ELE NÃO VEM FICAMOS A ESPERAR,
SE UM DIA ELE CHEGAR.


QUANTOS ANOS PERDIDOS QUERENDO O AMOR ENCONTRAR,
AS VEZES ELE É COMO O VENTO,
PASSA E SÓ O SENTIMOS,
E ELE JÁ PASSOU SEM SE VOLTAR.


É COMO OS SEGUNDOS DO TEMPO,
O QUE ACABOU DE PASSAR JÁ NÃO TEM VOLTA.
AS VEZES ELE CHEGA SEM AVISAR.

Um comentário: