segunda-feira, 13 de junho de 2011

A eterna busca



Busco a mim mesma todos os dias,
procuro estar bem em minha presença,
por as vezes prefiro ficar sozinha.
Muitas vezes me escondi, fugindo mesmo de mim,
hoje volto a me encontrar e gosto de minha presença estar.
Tento todos os dias me melhorar,
ter paz interior hoje sei o valor.
Se não gostarmos de nós mesmos não adianta a outros amar,
se com você não gostar de ficar.
Levei muitos anos e isso não entendia,
agora reflito todos os dias,
quando não me suporto preciso me reavaliar,
e na minha presença entrar.
Quero entender a mim mesma,
o que gosto e como me sinto,
sou ser humano e não uma máquina,
e disso me fascino.
Quando coisas belas consigo desempenhar,
comigo mesma venho me alegrar.
Quando meu lado mau resisti, me entristeço e brigo comigo.
Hoje entendi que para ser feliz preciso me entender,
senão não serei bom pra mim e nem pra você.
Muitas vezes gosto de rolar na cama sem nada fazer,
deleitando na presença de meu ser.
Se não aprendermos a curtir a nossa presença,
não adianta ninguém nos amar,
olharemos e o vazio lá vai estar.
Não adianta queremos auto afirmar na opinião de alguém,
se não ama você também não amará ninguém.
Amo o meu criador,
que no ventre de minha mãe de mim já cuidou,
escolheu minha forma, meus cabelos, a cor dos meus olhos e com
meu nascimento festejou. Amo a mim, meus filhos, minha familia, meus amigos,
amo tudo que me desperta de mais lindo. Amo a criação, a natureza me desperta intensa paixão.
Amo escrever e colocar pra fora o que vai dentro de mim, sim isso amo sim.
Amo conhecer gente, amo aprender coisas novas e intensas, amo o amor.
é por isso que estou aqui, amo viver.

Nenhum comentário:

Postar um comentário