sábado, 4 de junho de 2011

As vezes penso...

As vezes penso que não vai dar, que não vou conseguir, que ninguém vai me entender, que por que fico aqui.
As vezes penso que sou incompreendido, me sinto entristecido, tenho vontade de chorar.
Outras eu só quero amar,
amar sem reservas, me entregar por inteiro e só ser feliz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário