quarta-feira, 18 de maio de 2011

SOU APENAS UM VASO EM SUAS MÃOS


SOU APENAS UM VASO EM SUAS MÃOS,
SE QUISER PODE ME QUEBRAR NO CHÃO,
MAS FARÁ UM VASO NOVO,
COM SUA COMPAIXÃO.


TU É O OLEIRO NÃO O POSSO NEGAR,
VASO DE HONRA VOCÊ PODE CRIAR.
SE FOR PRA DESONRA, 
TU NÃO SE AGRADA NÃO,
VASO RACHADO, FICA NO CHÃO.


SEI QUE TUDO PODES,
MAS PREFIRO EM SEU COLO FICAR,
SEI QUE NÃO VAI ME DEIXAR QUEBRAR.


PRECISO DE CUIDADOS E NÃO DE REPREENSÃO,
UM DIA NASCI EM SUAS MÃOS,
TU ME SONDAS E ME CONHECES,
SABE O MOMENTO DE AS FLORES EM MIM COLOCAR,
PARA NUM VASO FLORIDO A BELEZA IRRADIAR.

Nenhum comentário:

Postar um comentário