quarta-feira, 18 de maio de 2011

Reter

Quantas vezes tentamos reter algo com medo de perder e acabamos perdendo.
Quantas vezes nos consumimos tentando conquistar alguém,
colocando a pessoa na nossa vida  e ainda queremos cobrar uma saída.
Quando as coisas só deviam acontecer, sem pressão, quase sem querer.
Cobramos dedicação, palavras, gestos e recebemos frieza e desafetos.
Assim é gostar e amar quem não ama você.
O difícil é levantar a cabeça, se focar em outros pensamentos,
e em determinado momento lá está você,
chegando sem pedir licença,
invadindo minha mente e no meu coração se deitando
como se estivesse em casa.
Ainda se cobre e pede refeição e nem se quer pede perdão,
quando na verdade já deixei você voar, novos caminhos trilhar,
outra pessoa encontrar e tudo deixei pra lá.
Pode voar, você é livre,
só não sei se um dia voltar,
vou estar aqui a te esperar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário