segunda-feira, 2 de maio de 2011

Nudez de uma alma

DESPIDA DE UMA LUCIDEZ INSANA
DE UMA REALIDADE IRREAL,
DE UMA ALMA GEMIDA,
NAS RECAMADAS DE UMA VIDA.
NUM CORPO INERTE E DESPROVIDO DE AÇÃO.
OUVINDO AS BATIDAS DO PRÓPRIO CORAÇÃO.
NUM TORPE INFINITO DE UMA ALMA EM CONFLITO.
BUSCANDO NO SEU INTERIOR O ENCONTRO DE SI MESMA.
NO EXATO MOMENTO ONDE SE PERDEU,
ENTENDER O QUE ACONTECEU.
NUMA AJUDA PRÓPRIA E SOLITÁRIA,
DO QUE SE NÃO PODE ENTENDER,
APENAS A RECUPERAÇÃO DA ALTA-ESTIMA.
ENCONTRANDO A RECUPERAÇÃO DE UM SER.
RASGANDO O VESTIDO DA VIDA,
 E DESCORTINANDO O VÉU DA CEGUEIRA.
ABRINDO OS OLHOS PRA ESTRADA  EM SUA FRENTE,
NO CAMINHO QUE PARECE UMA IMAGEM DISTORCIDA,
DE DECISÕES A SEREM TOMADAS..
ALMA DESNUDA E INCONTIDA,
NUM JARDIM DE SENTIMENTOS REVOLTOS,
NO MAR DE UMA VIDA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário