sexta-feira, 20 de maio de 2011

NO SILENCIO DE UMA PAIXÃO

TE ESPEREI TANTO TEMPO,
HOJE TE AMO NO SILÊNCIO,
COMO UM AMOR PROIBIDO,
NEM POSSO TE CHAMAR POR APELIDO.
SEU NOME  QUERIA GRITAR,
TODOS OS VENTOS A LEVAR,
PARA O MUNDO INTEIRO ESCUTAR.
NESSA ESPERA INFINITA DE VIVER MINHA PRÓPRIA VIDA.
HÁ UMA ESPERANÇA NO AR,
DE UM DIA ESSE AMOR PODER VIVER.
QUE VOCÊ ME QUEIRA ASSIM COMO QUERO VOCÊ.



Um comentário:

  1. Quem sabe um dia esse amor saia das suas fantasias e se torne realidade , nada é impossível, quando se quer, a gente consegue, basta acreditar! beijos

    ResponderExcluir