quarta-feira, 11 de maio de 2011

No silencio da alma

Me inquieto e peço calma.
Tento me controlar e mergulhar para entender. Ter paciência e esperar acontecer.
No silêncio da minha alma, lá está você, trazendo a minha vida de volta quando quase pensei morrer.
Quis matar meus sonhos, quase ...cabisbaixa e perdida, pensava não ser feliz nessa vida...queria esquecer.
Mas no silêncio da minha alma lá estava você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário