domingo, 10 de abril de 2011

A ÚLTIMA SINFONIA

VOU TOCAR OS ACORDES DE UMA ALMA,
NUM GRITO ESTRIDENTE,
TIRANDO DE MIM,
O QUE ME CAUSA ALGUMA DOR.


NO SOM DOS MEUS OUVIDOS QUERO DERRAMAR MEUS SENTIMENTOS,
FAZENDO UMA CURA INTERIOR.
QUE A MÚSICA SEJA UMA SINFONIA DE LIBERTAÇÃO,
DEIXANDO LIVRE O MEU CORAÇÃO.


QUERO ME VER LIVRE DAS AMARRAS,
TIRAR O PESO DAS SANDÁLIAS,
E CAMINHAR COM MEUS PÉS.


A ÚLTIMA SINFONIA QUERO TOCAR,
DAS CORRENTES ME DESPRENDER,
PARA CAMINHAR ATÉ VOCÊ.      
                                                         

Um comentário: