domingo, 17 de abril de 2011

Sonhos rasgados


Tantos sonhos planejados, sonhos sonhados, de um grande amor.
Sonhos para serem vividos, jamais esquecidos e deixados pra lá.
Quanto lutei por nós dois,  olha aqui como estou agora.
Apenas mais um tempo que se perdeu, do amor que era eu, você já não se lembra mais.
As palavras se perderam, seu coração por mim não bate  mais.
Não sente mais saudade e nem mesmo a necessidade de comigo estar.
Se um outro amor chegou, e de mim você cansou, era só me falar.
Ir embora simplesmente, machuca o coração da gente, até me fazer chorar.

Um comentário: