sexta-feira, 1 de abril de 2011

sem chão

Sabe aquele dia que o tudo não tem graça,
que parece um vazio em meio a estrada e a dor parece não ter fim.
Que se olha para um amanhã bem distante,
e tudo parece bem diferente de antes e é chegado o fim.

Olhar a fitar o vazio,
de um som que não existe mais,
de um beijo que foi esquecido, ou então perdido,
hoje não mais.

Lembro-me daquela canção que me aquecia o coração e que hoje apenas desperta uma grande incerteza.

Há momentos que temos que afogar os sentimentos
num mar de desilusão. Levantar a cabeça e olhar para frente, mesmo que você não esteja no mesmo lugar de antes.

Um comentário:

  1. Lindo seu post!
    Gostaria de convidá-la para ver meu blog. Comentários são muito bem vindos.

    ResponderExcluir