quinta-feira, 14 de abril de 2011

SAUDADE

SAUDADE ALGO TÃO DOÍDO,
SEM SENTIDO EM MEU VIVER,
SAUDADE É DOR CONSTANTE,
ME SINTO MORRER.
É COMO UMA FERIDA, DESATINA A DOER,
SAUDADE SÓ TERMINA QUANDO CONSIGO TE VER.

Nenhum comentário:

Postar um comentário