sábado, 9 de abril de 2011

Jeremias 31:15 "Assim diz o Senhor: Uma voz se ouviu em Ramá, lamentação, choro amargo; Raquel chora seus filhos; não quer ser consolada quanto a seus filhos, porque já não existem

 PARA TODAS AS MÃES QUE CHORAM POR SEUS FILHOS QUE JÁ NÃO EXISTEM. AOS PAIS E AMIGOS, AO BRASIL, AO MUNDO QUE VIVERAM ESSES DIAS NUM SÓ CHORO, NUM SÓ LAMENTO, NUMA SÓ DOR. (07-04-2011)   

PELO SANGUE DERRAMADO, POR TODOS OS QUE SOBREVIVERAM, POR AQUELES QUE RELEMBRARAM SUA DOR NUM PASSADO TRÁGICO, POR TODOS QUE FORAM POUPADOS SEM SABEREM O POR QUE, SEM ENTENDERMOS TODAS ESSAS COISAS POIS NEM TUDO É DADO AO HOMEM SABER.  CADA UM CHORA SUA DOR E SE EXPRESSA EM UM SÓ GRITO DE SOLIDARIEDADE. QUE DEUS POSSA COLOCAR UM REMÉDIO NOS CORAÇÕES QUE SANGRAM, QUE CHORAM PELOS FILHOS QUE JÁ NÃO EXISTEM. QUE CURE OS TRAUMAS DOS QUE PRESENCIARAM, QUE O TEMPO, ASSIM COMO FOI EM MINHA VIDA, VENHA A DEIXAR APENAS LEMBRANÇAS DE UMA ETERNA SAUDADE.



        DESPEDIDAS NA PORTA DO COLÉGIO
DE CRIANÇAS, PARENTES, AMIGOS, DESCONHECIDOS. CADA UM CHORANDO E EXPRESSANDO SEU LUTO.


                               

Nenhum comentário:

Postar um comentário