domingo, 24 de abril de 2011

Escolhi amar o amor


Quero amar o amor,
mesmo que não seja o que for,
mesmo que não tenha a beleza de uma flor,
mas eu escolhi amar o amor.

Mesmo que tenha partido,
me esquecido e nem ter me amado,
eu escolhi um amor meio safado.

Daquele imprevisível,
meio bandido,
que vem e assalta o coração da gente,
depois vai embora sem voltar.
Eu escolhi o amor amar.

Mas por onde esse amor passar,
difícil de não o perceber,
amor muito calminho,
não desperta meu ser.
Eu escolhi o amor amar.

Esse amor que desperta sensações impressionantes,
e nunca mais serei como antes,
pois esse amor conheci,
 pois eu escolhi esse amor assim.
Eu escolhi o amor amar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário