terça-feira, 12 de abril de 2011

Abandono de uma despedida

Sabe amor,
tenho tanto a te falar,
mas não quer escutar,
é melhor no silêncio ficar.

Tenho medo do que pode dizer,
se falar que prefere me esquecer,
o que vou fazer?

Tanto desejei pra nós dois,
tempo tanto perdido
pra acabar assim.
Quantas folhas caídas ao chão,
e pensar o quanto te esperei,
pra receber um adeus.
A vida nos armou de novo,
por essa não esperei,
achei que pela Fé íamos conseguir.
Mas a perseverança é uma arte
e nem todos fazem parte de mundo de artistas.
Talvez eu devesse me borrar como um palhaço e subir em algum palco
para as pessoas eu fazer sorrir.
Talvez uma lágrima disfarçada ainda tente cair.
No palco dessa vida mais uma despedida eu conheci.

Um comentário:

  1. Nossa vida esta destinada a encontros e despedidas, nunca saberemos quem estará no nosso caminho, quem nos fará realmente feliz! Linda poesia, beijos

    ResponderExcluir