terça-feira, 8 de março de 2011


SÓ, SIMPLESMENTE SÓ.
SEM PALAVRAS AO VENTO,
SENTINDO MEU MOMENTO,
SOLIDÃO DOR DE MINHA ALMA.
QUISERA UM LUGAR PARA CHORAR,
ONDE PUDESSE DERRAMAR MINHA DOR,
TRISTE  QUANDO NEM SE PODE CHORAR,
SEM ALGUÉM PRA PERGUNTAR.
QUERIA DERRAMAR MEU PRANTO
SEM CAUSAR NENHUM ESPANTO E ATÉ MESMO GRITAR.
LIBERAR ESSA DOR CONTIDA,
DEIXAR ESVAIR MINHA VONTADE E SÓ ASSIM TALVEZ,
AMENIZASSE.
ESSA PRESSÃO NO PEITO QUERENDO VIVER O QUE É MEU DE DIREITO,
QUERENDO VIVER MINHA VIDA SEM INTERRUPÇÃO, SEM PRESSÃO.
DEIXAR SOMENTE A PAZ INVADIR MEU CORAÇÃO.



Nenhum comentário:

Postar um comentário