quinta-feira, 10 de março de 2011

Não quero...

Não quero meus sonhos perder,
não quero ficar sem direção,
e nem de novo sofrer das coisas do coração.
Sei que se decepcionar faz parte,
mas dessa página meu livro já falta um pedaço.
Não quero ter que recolher meus pedaços e erguer meu queixo mais uma vez
e dizer pra mim mesma, tudo bem.
É bem verdade que o deserto forja o vaso,
nos faz mais forte, mas a vida vai se passando e
vem aquela sensação que estou ficando,
quando queria ir.
Por que parece que as coisas lentamente acontecem?
Deve ser para nos cansar e deixar de lutar,
talvez assim, ela quer que eu venha a pensar.
Quando que vai vir aquele presente que faz a diferença?
Pra que essa espera tenha fim e não venha mais a me machucar.
Hoje entendo sobre a alma cansada e abatida, e também sobre o descansar.
Por que quando aprendemos a confiar no Senhor que paramos de sofrer,
pois ele sabe o que é melhor, pra mim e pra você.






Um comentário: