domingo, 27 de março de 2011

Não posso impedir...

de sonhar, de acreditar, que um dia vou estar com você.
Te abraçar e esquecer das incertezas de te perder.
Eu quero que as minhas convicções e certezas contaminem você,
quero mesmo te convencer.
Sei também que um dia posso deixar de lutar por esse amor e me cansar,
sei que posso até permitir você o matar, com medo de o viver.
pare e pense, o que você vai fazer,
para que depois não se lamente para algo que não terá volta.
Eu já vivi algo assim, depois me arrependi mas não teve mais jeito,
o que foi estava desfeito e nunca mais pode viver.
O AMOR DEPOIS QUE É ASSASSINADO NUNCA MAIS VOLTA A NASCER.

Nenhum comentário:

Postar um comentário