sábado, 19 de fevereiro de 2011

Insensível

Insensível é este momento,
que castiga sem dó,
me faz passar um tormento,
me deixando só.

Hoje nem sei onde estou,
se estou nem sei com quem,
perdida me sinto e sem chão
e de grande ingratidão.

Um forte aperto no peito,
me tira toda a razão.
O silencio me sufoca,
preferia adormecer diante da realidade
que talvez já seja tarde pra mim e pra você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário