sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

FIM OU RECOMEÇO?

QUANDO ENCONTRAMOS UM GRANDE AMOR É ALGO ASSIM TÃO DIFÍCIL DE ACREDITAR QUE PODE DAR CERTO, SEMPRE ACHAMOS QUE NADA VAI DAR E AS COISAS VÃO ACONTECENDO. O TEMPO VAI PASSANDO, A ALEGRIA CONTAGIANDO, MAS UM DIA SABEMOS QUE PODE NÃO SER ETERNO E TUDO PODE ACABAR. AS PALAVRAS PODEM SER ESQUECIDAS ASSIM COMO PERDIDAS. SURGE ALGO NO AR, PARECEM ÁGUAS A ROLAR E ESCORREGAR, NÃO SE TEM COMO SEGURAR. TALVEZ FAZEMOS PAPEL DE TOLO OU AMAMOS SOZINHOS. QUEM NUNCA TEVE UM PAPEL ASSIM ? O CORAÇÃO COMEÇA A APERTAR, AS LÁGRIMAS COMEÇAM A ROLAR... E TUDO PARECE CHEGAR AO FIM. COMO TRAPOS JOGADOS NO CHÃO, E FICA UMA LEMBRANÇA DO QUE FOI SONHADO, ALMEJADO E PARECE A VIDA PERDER O SENTIDO. DE TUDO SE SABE QUE JUNTAR OS PEDAÇOS NÃO É TÃO FÁCIL, DÓI DE VERDADE. MAS É PRECISO RECOMEÇAR, LEVANTAR A CABEÇA E ANTES QUE ME ESQUEÇA SIMPLESMENTE, RECOMEÇAR.

Nenhum comentário:

Postar um comentário