domingo, 30 de janeiro de 2011

IDIOMA


Não adianta não vou deixar você me esquecer.
Preciso manter a chama acessa para não te perder.
Te ensinar uma língua a qual ousou aprender.
Uma língua que vai mais profundo do que um mero idioma.
Quero lhe ensinar sensibilidade, pureza,
encanto e beleza.
Quero sua língua também aprender
e no seu idioma ocupar você.
Vamos juntos experimentar,
trocar palavras e gentilezas,
até mesmo não mais entender
em que língua fala você.
Você me faz feliz, não vou esconder,
minha alma anseia a sua pertencer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário