sábado, 29 de janeiro de 2011

APENAS UM

QUANTAS VEZES ME PERGUNTO
POR QUE LONGE DE MIM VOCÊ ESTÁ.
SE EU PUDESSE PERCORRIA
ESSA DISTÂNCIA BANDIDA
PARA ELA NÃO ME MATAR.
CORRERIA QUANDO LHE VISSE
SEM ME CANSAR.
DE ALEGRIA TE ENVOLVERIA ATÉ APERTAR.
SUSPIRARIA MIL VEZES EU DIRIA,
EM CADA VEZ QUE TE BEIJAR.
COLARIA TUA VIDA A MINHA
PARA NÃO MAIS SOLTAR.
UM DIA COM CERTEZA
A MORTE VIRIA MAIS JAMAIS
DEIXARIA O AMOR LEVAR.
AMOR EU SEI SERIA ETERNO
PARA NÃO MAIS ACABAR.

Nenhum comentário:

Postar um comentário